O que é Green Friday e por que você deve se juntar ao movimento?

O que é Green Friday e por que você deve se juntar ao movimento?

Desde 2010, o mercado de varejo brasileiro importou dos Estados Unidos a data da...
Self-care na pandemia: novos hábitos que vieram para ficar Lendo O que é Green Friday e por que você deve se juntar ao movimento? 4 minuto

A Green Friday é uma iniciativa que ainda está ganhando terreno no Brasil e tem o objetivo de fazer contraste com a já famosa Black Friday. 🌑

Desde 2010, o mercado de varejo brasileiro importou dos Estados Unidos a data da Black Friday, que tem o objetivo de impulsionar as vendas antes do Natal. 📈

Essa data já se tornou uma das mais esperadas do comércio no país e muitas pessoas a aguardam para fazer suas compras. Ela acontece por volta do final do mês de Novembro e é divulgada pelas empresas aos quatro ventos quase um mês antes de chegar. 

O problema é que, além da alta das vendas e dos descontos, a Black Friday traz consequências indesejadas e que muitas vezes não são levadas em consideração. 

Para lidar com essas consequências e chamar atenção para o problema, surgiu a Green Friday, que vamos explicar agora o que é e como funciona. Vem com a gente! 💚


O que é Green Friday?

A Green Friday é um movimento em que diversas empresas participam que colocam na mesa a discussão sobre o consumo consciente. Seguindo na contramão da Black Friday, que estimula o consumo impensado, a Green Friday quer que as pessoas repensem seu consumo. 💭

As marcas que aderem a essa iniciativa estimulam um consumo sustentável, consciente e que leva em consideração, antes de tudo, a saúde do nosso planeta. 🌎

Já ouviu aquela fala “Não existe Planeta B”? A Green Friday quer te lembrar exatamente isso. ❕


De onde vem o termo?

Assim como sua gêmea do mal (que não é a Raquel, é a Black Friday), a Green Friday também é uma ideia importada. Sua origem foi provavelmente em um dos países mais paz e amor do mundo, o Canadá. 🍁

Lá onde estava a Luiza (para quem é jovem demais para entender a referência, ela está aqui), havia uma data no comércio que era chamada “Dia Mundial Sem Compras” que já acontecia no início dos anos 1990. 

Essa data tinha como objetivo incentivar as pessoas a repensarem suas compras e a se perguntarem se precisavam mesmo de um objeto antes de comprar. 

Principalmente depois do avanço da Black Friday com o consumo desenfreado que acontece nela, a Green Friday também começou a ser adotada por empresas que se preocupam com o futuro do planeta. 

Por isso o termo Green Friday ou Sexta-Feira Verde, pois ela remete às consequências que os nossos hábitos de consumo possuem na natureza. 🌱


Green Friday vs. Black Friday: por que escolher a primeira?

O lema da Black Friday é: compre tudo que puder, no menor tempo que puder, porque as promoções vão acabar. Com isso, vemos cenas de pessoas brigando por produtos em lojas e ouvimos comentários de pessoas que compraram o que não precisavam e acabaram se endividando. 

Para suprir essa demanda louca, as marcas aumentam suas produções, as lojas aumentam seus estoques e nem tudo é vendido. E para onde vai o que sobrou? Para o “lixo”. 

Movimentos como a Green Friday querem lembrar, que não existe uma dimensão no espaço-tempo em que tudo que é chamado de lixo se desintegra. O que acontece é o depósito de milhares de toneladas por anos de roupas e produtos excedentes em aterros sanitários que não fazem nada além de poluir a terra. 🌏

Por isso, ao invés de correr para a Black Friday, procure marcas que abraçam uma iniciativa diferente e sustentável, como a Green Friday. Escolha marcas que tenham seus focos em sustentabilidade e consumo consciente, que apostem em materiais naturais e não poluentes, como a Beauts. 😍


Dessa forma, você estará não apenas fazendo uma compra, mas dando um passo na direção de cuidar da nossa única casa neste vasto universo. 

Deixar um comentário

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.